sexta-feira, 27 de novembro de 2009



não estás nesse corpo que já não é o teu
não estás nessa voz que já não se ouve
deixei de te procurar
tornei-te ninguém...para me poder encontrar.

19 comentários:

  1. Intenso, serio e profundos versos....beijos e um final de semana muito gostoso pra ti.

    ResponderEliminar
  2. Exactamente.
    Conviver com a ausência não é nada fácil.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Esse perder-se no outro e reconhecer-se outro ser, para saber-se uno, nem sempre é um processo tranquilo, às vezes vive-se turbulências, mas o importante é que ao final, sempre nos teremos a nós...

    Beijos e ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  4. O nosso blog está concorrendo a esse prêmio:

    ''Parabéns!!! Seu blog está concorrendo ao The Best GB 2009. São 10 blogs participantes. Destes, os 3 blogs com maior quantidade de votos, serão premiados com o Troféu The Best GB 2009. A votação encontra-se na página principal da Gazeta dos Blogueiros e se encerra em 1 semana. Faça a sua campanha! Boa sorte!

    Gazeta dos Blogueiros ''



    Queridos amigos,



    Já que estamos concorrendo a esse prêmio, gostaríamos muito da sua participação votando na gente. Sempre é um prazer fazer parte de qualquer tipo de interação onde o prêmio é o reconhecimento daquilo que fazemos com amor.



    Pra votar:

    http://www.gazetadosblogueiros.com/


    -

    ResponderEliminar
  5. Gostei. Gosto desta tela de fundo e das Pics.

    ResponderEliminar
  6. Gosto ( e muito) da poesia descritiva. Adoro, E isso você faz muito bem!! Adorei sua visita, havia acabado de postar,olha só....
    bjs
    Neusa

    ResponderEliminar
  7. Gotas de dor que tocam o que fica para além das palavras...
    Um beijo
    Chris

    ResponderEliminar
  8. Amei o teu blog...Por falar em encontrar, a minha postagem se identificou com a tua em alguns aspectos...
    Um beijo grande

    ResponderEliminar
  9. um mal necessário?! Um sacrifício! A vida assim o exige por vezes...
    beijinho

    ResponderEliminar
  10. Anónimo27.11.09

    Bonita forma de descrever aquilo que mais não é do que um processo de libertação!

    Cumprimentos
    Um Bom fds

    Ricardo Tomás

    ResponderEliminar
  11. Tá certíssimo isso.
    JAMAIS encontrarias a ti em outro ser.
    Sucesso!Nisso.

    ResponderEliminar
  12. Uma triste realidade dos nossos dias.
    Nós próprios não sabemos o nosso futuro.

    ResponderEliminar
  13. Para mim sempre imagens que me são dificeis comentar. Resta-me sempre um nó na garganta, uma revolta calada, um arrepio.
    Beijo

    ResponderEliminar
  14. foto
    mais que mil
    palavras...

    Continuemos...

    ResponderEliminar
  15. São tempos duros, os da ausência; a habituação a ela.
    Ficam as lembranças de uma vida que permancerá SEMPRE, no nosso coração.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  16. UM MINUTO

    A altura foi má mas eu consigo sempre... mesmo debilitada...
    O meu Livro
    MAGIA DE NATAL está quase pronto.
    Conto fazer o lançamento no próximo sábado.
    É mais um sonho concretizado

    ACHADOS


    Pedras e pedrinhas...
    Encontro no meu caminho...


    Pérolas e diamantes...
    Encontro nas vitrinas...


    Ostras e ostrinhas...
    Encontro junto à praia...


    E, não encontro...
    O que procuro...


    Mas... vou procurar...
    Porque sei que vou achar...


    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  17. Truz truz. Olá bom dia
    Da distante cidade de Chaves venho lendo o teu belo escrever, com sentido e significados destintos, onde tu esse alguem que sabe sentir e ver muita realidade de qualquer ser.
    Bjs de amizade
    LUIS 14

    ResponderEliminar
  18. E quem procura, sempre encontra :)

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  19. *
    belo post,
    parabens,
    ,
    é nos minutos na noite,
    que sonho as minhas procuras . . .
    ,
    conchinhas
    *

    ResponderEliminar

um minuto
uma palavra
uma presença
obrigada