domingo, 19 de setembro de 2010
























calo a solidão, porque quando estás ele não existe.

conheço cada palmo calcorredo dessa longa palavra... só...
abraço os contornos das suas letras curvilíneas.
paro nas curvas acentuadas do entardecer,
porque a luz adormece
e deixa a noite invadir os suspiros cansados
sem destinatário certo.

caiem carícias perdidas
amarrotadas num canto esquecido.
não chega o ar a ficar rarefeito na ausência de ti.
escreve-se assim a solidão
em traços isolados no meu corpo
gosto-te...podes ser a companhia do meu silêncio.

calo o silêncio, porque quando estás ela não existe.

25 comentários:

  1. Uma palavra bem pequena, mas que nos esmaga...
    Texto brilhante e a foto perfeita...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  2. Antes de tudo: belissima foto. Bem colocada, arranjada e em sitio.

    Quanto ao texto: um minuto é tão curto como uma vida inteira para descrever essse sentimento que por vezes, nos perfura a alma e nos dilacera o coração.

    Muitos anos passaram para que esse silêncio fosse bem acolhido por mim, contudo, há momentos no tempo sem tempo em que olho a solidão com uma certa tristeza... tristeza por apenas não poder partilhar as alegrias da vida com alguém e, assim, não estar só.

    Tenho, hoje, consciência que estar só nem sempre é negativo, estar acompanhado nem sempre é suadável mas, também, tenho hoje, uma visão muito mais acuita e sentida de que, por vezes estar só é a tristeza de não estarmos acompanhados... bem acompanhados.

    Um beijo por colocares os meus olhos em algo belo e por me fazeres, de novo, pensar.

    ResponderEliminar
  3. O silêncio por vezes é a nossa melhor companhia.
    Mais um texto brilhante, parabéns.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Aquela casinha, ali algo perdida no meio da imensidão da natureza, é o meu sonho de vida.
    Eu gosto da solidão...
    ;-)

    ResponderEliminar
  5. Lindas letras, linda imagem!!!

    Beijos de passarinho!!!

    ResponderEliminar
  6. Solidão, silencio, saudades,,,dor,,,nosgalgia,,,parceiras da noite,,,dos sonhos e do amor que um dia poderia ter acontecido,,,,uma bela semana pra ti amiga...beijos.

    ResponderEliminar
  7. Melhor, muito melhor o silêncio do que a solidão.
    Mas, por vezes fazem companhia uma ao outro...
    e dói.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. A foto está fantástica. O texto também!
    A solidão, para mim, não é o mesmo que estar sózinho. Por vezes procuro estar sozinha porque preciso de estar comigo. Mas sentir solidão é diferente. Já senti solidão no meio de muita gente. Já senti solidão sozinha. Da solidão não gosto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. gosto de sentir o silêncio
    quando dormes a meu lado
    e preenches toda solidão acumulada
    também gosto de sentir o teu calor espalhar-se
    no vazio que guardava nas dobras do tempo
    as horas cresceram
    dias e noites são mais longos
    na sensualidade do teu sereno respirar
    por favor não acordes
    deixa-me usar o tempo
    adormecer
    e lentamente em silêncio em ti entrar


    um beijo
    gostei muito da paisagem

    ResponderEliminar
  10. Bela fotografia...belo texto...Excelente....
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  11. A minha solidão é tão profunda que já não a sinto!
    Procurei vencê-la, mas ela cresceu muito mais.
    Fugi dela que se tornou um monstro, mas pendeu-me e eu odeio e amo esta carcereira.
    Um beijo para ti

    ResponderEliminar
  12. A solidão é um vazio, mas o rio do amor pode preenchê-lo...
    Belo poema, querida amiga.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  13. Belíssimo texto sobre o espaço e o sentimento balizados pelo silêncio e solidão.
    Gostei.
    Bjs

    ResponderEliminar

  14. Una foto estupenda a la que yo le daría algo más de contraste... aunque puede ser que lo que echo en falta se deba a la calibración de mi monitor.

    beijos

    CR LMA
    ________________________________

    ResponderEliminar
  15. A SOLIDÃO ACONTECE QUANDO NÃO GOSTAMOS DE NÓS...SE APRECIARMOS A NOSSA COMPANHIA...QUANDO O OUTRO VIER VAI SER BOM ...MAS QUANDO ELE SE FOR EMBORA SENTIREMOS A SUA FALTA ,PORÉM, HÁ TANTAS "COISAS" A PREENCHER A ALMA...SABEREMOS CONVIVER COM ESSA AUSÊNCIA...

    A FOTOGRAFIA ILUSTRA BEM O ESTADO DE ALMA.
    LINDA!!!

    BEIJO

    ResponderEliminar
  16. Solidão e silêncio em sintonia...
    Gosto de estar só porque amo o silêncio, mas não sinto solidão...

    ResponderEliminar
  17. (senti um abraço calado, mas profundamente sentido, em cada toque das palavras aqui descritas)

    beijo!

    ResponderEliminar
  18. Na beleza desta paisagem...o silencio seria a companhia perfeita...
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  19. Por vezes, na nossa vida, surgem pessoas com esse dom...

    ResponderEliminar
  20. Te confidencio que este blog é um dos 5 que mais aprecio. Além das fotos encontro uma poesia fascinante que eu gostaria de saber fazer. Beijo

    ResponderEliminar
  21. *
    amiga a foto é real ?
    linda, bela, fantatástico,
    o poema é um mar de sentimentos,
    parabens !
    ,
    conchinhas,
    ficam
    ,
    *

    ResponderEliminar
  22. Adoro a foto mas o texto...toca-me...
    Beijos

    ResponderEliminar
  23. POr vezes nao existe silencio ou solidão, porque juntam-se os dois, quebrando-se...

    ResponderEliminar
  24. não sou boa companhia
    onde o silêncio existe
    quer de noite quer de dia
    é a fala que persiste.

    é a fala que persiste
    até que fique calado
    se o silêncio ainda existe
    vou aí a esse lado.

    Bijos e sorrisos.

    ResponderEliminar
  25. silêncio e solidão,
    há muito conheço bem
    não o desejo a ti
    nem desejo a ninguém.

    mas gostei muito de ler-te
    e deixo meus cumprimentos:
    não é o mesmo que o amor
    com beijos de língua e dentes.


    Alice, a Fininha

    ResponderEliminar

um minuto
uma palavra
uma presença
obrigada