quarta-feira, 14 de outubro de 2009



toca-me. só com a ponta dos dedos.
toca-me. só com a humidade da língua.

escorre devagar o teu rio

toca-me. só com a sedução do olhar.
toca-me. só com a intensidade do sentir.

marés calmas de um prazer a dois.

9 comentários:

  1. como é bom o suave toque da língua
    uma estrada desbravada no teu corpo
    e um sopro que a percorre em arrepio

    como é bom o jogo sobre leito molhado
    um rio feito prazer em nós humidificado
    num calor que me desfalece até a alma

    ResponderEliminar
  2. Um tocado bem tocado, faz toda a diferença... e depois começa a dança dos sentidos.

    ResponderEliminar
  3. Um toque que faz sonhar, arrepiar os mais secretos desejos, extase em palavras...lindo...beijos e um belo dia...

    ResponderEliminar
  4. Um prazer este toque...beijos.

    ResponderEliminar
  5. Toca-me o titulo deste espaço. Lembra-me sempre o ido programa "cinco minutos de jazz" que pela noite aconchegava corpos sós, ou as almas desvairadas, inebriadas pelos cheiros da pele em torrentes de rios calmos.
    Toca-me as palavras que nele se inscrevem.
    Toca-me este céu do qual não apetece descer nunca.
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Mas a gente precisa agarrar a felicidade com um abraço... ou com um beijo. Vai depender do que ela mais gostar! :)

    Obrigado pelo carinho do comentário!

    Te espero outra vez na torre.

    Abração!

    Pedro Antônio

    ResponderEliminar
  7. Mas sempre com as devidas precauções, por causa da Gripá!

    ResponderEliminar

um minuto
uma palavra
uma presença
obrigada